Joelho

O que é cisto de Baker

O cisto de Baker, ou cisto poplíteo, é um problema que se dá na parte de trás do joelho. A condição é caracterizada pelo acúmulo de líquido sinovial, responsável pela lubrificação das articulações, que, por sua vez, forma o cisto. De modo geral, essa alteração está diretamente associada a outras disfunções articulares.

A pessoa acometida pelo problema pode sofrer com dor no joelho causada por um inchaço na sua parte posterior. O acúmulo do líquido se dá na bursa poplítea, localizada entre o tendão e o músculo da panturrilha.

Uma curiosidade é que muitos pacientes que sofrem com a condição podem ficar sem sentir qualquer tipo de alteração ou incômodo por anos. Ou seja, para alguns a doença é assintomática e sua descoberta ocorre por acaso, graças a exames médicos complementares.

Dependendo de cada caso, o cisto de Baker não é diretamente tratado. A abordagem se dá por meio da eliminação de sua causa que, recorrentemente, está ligada diretamente a problemas nas articulações. Comumente o surgimento da protuberância ocorre após a incidência de algum tipo de artrite na região do joelho, ou até mesmo após uma lesão mais severa nesse mesmo local.

Pessoas com histórico de artrite reumatoide, por exemplo, são as mais acometidas pelo surgimento desse tipo de cisto. Ou seja, pacientes que ultrapassaram a faixa dos 60 anos de idade tendem a sofrer mais com essa condição do que pessoas mais jovens. O desgaste da articulação no decorrer dos anos é um dos fatores preponderantes para o surgimento da inflamação das articulações que, por sua vez, podem formar o cisto de Baker.

Além de idosos, a condição também pode aparecer em pessoas com sobrepeso, já que o joelho sofre mais desgastes devido ao excesso de carga. Também não é raro que crianças apresentem o cisto. Apesar do surgimento da protuberância na parte posterior do joelho, o inchaço é totalmente benigno e raramente requer qualquer tipo de tratamento.

Cisto de Baker - Sintomas

Apesar de ser indolor para muitas pessoas, o aparecimento do cisto no joelho pode implicar em uma série de transtornos para tantos outros pacientes. 

O primeiro é o surgimento do próprio aumento do volume. Muitas vezes ele pode ser visto, sem a necessidade de apalpar a região. Quanto maior for essa protuberância, mais transtornos ela poderá causar, tal como inflamação e dor na parte de trás do joelho. 

Além disso, é muito comum que a pessoa sinta certa dificuldade para dobrar a articulação, já que o cisto causa incomodo ao ser pressionado. 

Diagnóstico e tratamento

O paciente deve marcar consulta com o médico quando sentir forte dor atrás do joelho, além de sensação de inchaço na parte posterior da articulação. Os especialistas recomendados para esse tipo de problemas são ortopedistas e até reumatologistas.

Já o diagnóstico do cisto se dá por meio de um simples exame físico. Porém, como o surgimento do aumento do volume pode representar uma série de doenças mais graves, tal como tumor, trombose ou aneurisma, o especialista poderá indicar exames de imagem mais precisos, como ultrassonografia ou ressonância magnética.

O tratamento, como abordado anteriormente, geralmente é feito no problema que causou o cisto, e não no cisto em si. Porém, quando isso ocorre, seja pelo seu tamanho ou grau de desconforto no paciente, a recuperação poderá se dar de formas distintas.

O tratamento clássico é realizado por meio de reabilitação com sessões de fisioterapia e medicamentos anti-inflamatórios.

Outra opção é a infiltração, onde é injetado medicamento corticosteroide no joelho, com a finalidade de reduzir a inflamação e, respectivamente, o acúmulo de líquido na região.

Muitas vezes é prescrito o tratamento por drenagem do líquido sinovial, com a aplicação de uma agulha sobre o local inchado (punção). A fisioterapia também é fundamental, sobretudo para o tratamento de doenças subjacentes ao cisto, pois contribui para o fortalecimento e a amplitude dos movimentos do joelho.

Agende sua consulta online

Marque agora sua consulta através do nosso agendamento online.

Agende agora

Serviços ao paciente

Veja aqui a relação de serviços próximos a nossos endereços:

Unidade Perdizes

Rua Cardoso de Almeida, 634 Cj 32
Perdizes - São Paulo, SP
CEP: 05013-000

Telefone: (11) 3672-3114

WhatsApp: (11) 98834-1309

Unidade Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo, SP
CEP: 04571-180

Telefone: (11) 2117-0100

WhatsApp: (11) 94143-0032

Redes sociais