Quadril

Os pacientes da terceira idade, por muitos fatores, costumam ter uma maior limitação, podendo sofrer quedas em vários lugares, inclusive dentro das próprias casas. Uma das lesões ortopédicas mais perigosas para os idosos, causadas por quedas, é a fratura do quadril.

Por questões como ossos mais fracos, devido à redução natural do cálcio no esqueleto humano, uma fratura de quadril na terceira idade pode ter consequências tão sérias que, dependendo do caso, pode até causar a morte do paciente. No Brasil ocorrem cerca de 100 mil casos por ano da fratura do quadril, também conhecida como fratura do fêmur proximal. E a fratura não se resume apenas à dor e à limitação. Um idoso que sofre uma fratura do quadril pode ainda ter:

  • Infecções;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Acúmulo de secreção nos pulmões;
  • Pneumonia;
  • Infecção urinária;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Diminuição do fluxo de sangue que pode causar trombose;
  • Demência;

Muitos desses quadros são efeitos da perda de mobilidade que a fratura no quadril causa. A maneira mais simples de evitar uma fratura no quadril é adaptando o espaço do idoso para que a sua locomoção seja mais simples e segura. Fazer uma prevenção com ações como cuidar da visão e equilíbrio, acompanhar um possível quadro de osteoporose, usar bengala, tomar sol, além de praticar atividades físicas também podem ser úteis.

Para mais informações, acesse nosso site, ou entre em contato para tirar suas dúvidas e marcar uma consulta!

Unidade Perdizes: (11) 3672-3114
Unidade Berrini: (11) 2117-0100

Agende sua consulta online

Marque agora sua consulta através do nosso agendamento online.

Agende agora

Serviços ao paciente

Veja aqui a relação de serviços próximos a nossos endereços:

Unidade Perdizes

Rua Cardoso de Almeida, 634 Cj 32
Perdizes - São Paulo, SP
CEP: 05013-000

Telefone: (11) 3672-3114

WhatsApp: (11) 98834-1309

Unidade Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo, SP
CEP: 04571-180

Telefone: (11) 2117-0100

WhatsApp: (11) 94143-0032

Redes sociais