Quadril

 

O que é?

Artroplastia de quadril é o nome dado para o procedimento que consiste em substituir a articulação danificada por uma prótese. O processo também é chamado de cirurgia de prótese de quadril ou de artroplastia total de quadril.

Para entender melhor a necessidade dessa intervenção, é importante lembrar como o quadril ‘trabalha’. Assim como outras articulações, o quadril tem como uma de suas funções mais importantes a mobilidade. Basicamente, ele funciona como uma engrenagem: todas as estruturas internas (ossos, cartilagens, ligamentos) se encaixam e trabalham juntas para que a pessoa ande, se sente, dance, enfim, se movimente.

A cabeça do fêmur (osso da perna) se ‘encaixa’ na cavidade acetabular, na pelve. Para que não haja atrito entre os ossos, existe a cartilagem articular, um tecido mole que protege a região e evita atritos. Para ‘visualizar’ melhor essa estrutura, feche uma das mãos em formato de bola e coloque-a embaixo da outra mão em formato de concha. Depois, movimente as mãos em direções opostas. É assim que o quadril funciona: uma cavidade onde o osso do fêmur se encaixa criando a movimentação.

Algumas doenças e condições afetam essa articulação causando dor, reduzindo, e até impossibilitando, os movimentos. Nesses casos, a artroplastia costuma ser indicada como opção de tratamento e de melhora de qualidade de vida.

Quando a Artroplastia é indicada?

Existem diversas patologias que podem receber como indicação de tratamento a prótese de quadril, mas nem sempre ela será a primeira opção indicada. É comum que outros tratamentos sejam realizados primeiro, como fisioterapia e uso de medicamentos, principalmente quando as doenças são descobertas no início e os danos à articulação ainda são pequenos. Mas, ainda assim, a artroplastia total de quadril é um dos procedimentos mais realizados no mundo – e com bons índices de resultado.

Uma das doenças mais comuns que culmina na prótese de quadril é a artrose de quadril. Ela degenera (desgasta) a articulação, começando pela cartilagem e atingindo, com o tempo, os próprios ossos. É comum que os casos mais avançados passem pela artroplastia para devolver mobilidade e qualidade de vida ao paciente.

A artroplastia total de quadril também é indicada em casos graves de fratura de quadril. Com incidência alta em idosos, a lesão pode levar ao comprometimento da articulação e deixar o paciente com extrema dificuldade para caminhar.

Outro motivo que pode levar ao procedimento é a necrose avascular da cabeça do fêmur – essencial para a articulação do quadril. Nesses casos, acontece a morte das células do local e a “morte” desse osso. A degeneração leva à dor insistente, dificultando movimentos simples do dia a dia.

A artrite séptica, a artrite reumatóide e a artrite psoriática são quadros que também podem necessitar de artroplastia como via de tratamento. As causas das artrites se diferem, mas todas resultam em uma inflamação da articulação – o que pode ocorrer no quadril.

Grupo de Risco

A artroplastia de quadril pode ser indicada para pacientes de ambos os sexos, durante os mais variados períodos da vida. Mas o mais comum é que ela atinja pessoas com idade mais avançada, justamente por estar ligada constantemente a patologias degenerativas – que pioram com o passar do tempo.

Ainda assim, é preciso ficar atento a qualquer sintoma de doença que possa causar dano à articulação do quadril. Se houver dor, dificuldade para andar e se movimentar, a melhor opção é procurar um médico e investigar melhor o caso.

A cirurgia da Prótese de Quadril

Assim como todos os processos cirúrgicos, a artroplastia de quadril apresenta riscos, como infecção. No entanto, com o avanço das tecnologias e da medicina, os índices de sucesso são cada vez melhores e os de complicações cada vez menores.

Antes da cirurgia, o médico investiga minuciosamente a causa da doença que está danificando o quadril e se certifica de que a artroplastia é a melhor solução para o paciente. Durante o procedimento, a estrutura é substituída por uma prótese idêntica a um quadril (em geral são utilizados metal e cerâmica na prótese).

O pós-operatório vai requerer muitos cuidados e paciência. Voltar a andar depois de ter uma parte do corpo substituída é um processo progressivo. É preciso acompanhar de perto o avanço com o médico, tomar as medicações recomendadas, além de realizar sessões de fisioterapia para recuperar a força e “reaprender” a se movimentar.

Um dos riscos do pós-operatório é que o implante apresente algum problema, como um deslocamento. Em alguns casos é possível corrigir o erro sem a necessidade de realizar outra cirurgia. Mais raramente, pode ser preciso uma nova intervenção cirúrgica.

Benefícios da Artroplastia de Quadril

Alívio da dor é um dos benefícios mais citados – e praticamente imediato. Junto com a retirada da estrutura desgastada, vai embora também o incômodo. Com o tempo e recuperação, o paciente pode retomar as atividades do dia a dia com mais capacidade de movimento podendo, inclusive, voltar a realizar alguns movimentos que já não eram possíveis antes da artroplastia total de quadril.

 

Agende sua consulta online

Marque agora sua consulta através do nosso agendamento online.

Agende agora

Serviços ao paciente

Veja aqui a relação de serviços próximos a nossos endereços:

Unidade Perdizes

Rua Cardoso de Almeida, 634 Cj 32
Perdizes - São Paulo, SP
CEP: 05013-000

Telefone: (11) 3672-3114
WhatsApp: (11) 98834-1309

Unidade Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo, SP
CEP: 04571-180

Telefone: (11) 2117-0100
WhatsApp: (11) 94143-0032