Joelho

lesao tendao patelar

O que é a Lesão do Tendão Patelar?

A lesão do tendão patelar, também chamada de “joelho de saltador”, é a inflamação do tendão que carrega o mesmo nome. Ele está localizado bem abaixo da patela e realiza a ligação entre ela e o osso da perna (tíbia).

Esse tipo de lesão é extremamente raro, sendo mais comum entre atletas, visto que eles são os principais membros do grupo de risco dessa patologia. Isso ocorre por utilizarem repetidamente o mecanismo desacelerador do músculo extensor do joelho. Atletas de esportes como salto com vara, corrida, basquete, handebol e esportes de luta que implicam chutes, estão mais sujeitos a essa lesão.

Quais as causas?

Normalmente o joelho de saltador ocorre por conta do esforço repetitivo que acontece durante a desaceleração no esporte. Entre os atletas, é uma das doenças mais comuns, ocorrendo em até 20% daqueles que praticam salto. Apesar de homens e mulheres estarem entre o grupo de risco, a incidência é maior entre homens. Alguns fatores podem predispor esse tipo de lesão, como portadores de valgismo (doença característica pelas pernas tortas) ou pelas pessoas que tem encurtamento dos músculos.

Quais são os sintomas?

Entre os sintomas mais comuns apresentados pelos pacientes, o mais importante é a dor no joelho e a dificuldade em caminhar, que muitas vezes é contínua. Entretanto, os sintomas são divididos entre quatro categorias, que servem inclusive para ajudar no diagnóstico médico. A primeira é composta pela dor, que ocorre apenas depois da atividade física, diferente da segunda, onde há dor durante e depois da atividade física, não impedindo o paciente de realizar o esporte.

Já na terceira fase, além das dores no joelho, o paciente sente dificuldade em realizar as atividades em um nível satisfatório, e na quarta e última, ocorre a ruptura do tendão, exigindo a cirurgia.

Como é feito o diagnóstico?

Para o diagnóstico, o médico se baseará no histórico médico e familiar e nos sintomas apresentados pelo paciente durante o exame físico. O ortopedista vai analisar onde é o local da dor, se há encurtamento do quadríceps, a estabilidade dos ligamentos do joelho e, em casos mais raros, derrame intra-articular do joelho.

Alguns exames podem ser requeridos pelo médico, como a ultrassonografia e ressonância, ambos mostram os músculos e tendões, enquanto a radiografia mostra apenas os ossos. É necessário lembrar que se uma pessoa estiver sentindo qualquer alteração anormal das estruturas acima, ela deve procurar um médico ortopedista, que poderá encaminhar a um especialista.

Qual é o tratamento para lesão ou ruptura do tendão patelar?

Existem dois tipos de tratamento para a lesão do tendão patelar, o tratamento conservador, indicado para os casos menos graves, e o tratamento cirúrgico, que é indicado quando há lesão total do tendão ou, parcial maior que 50% da massa total do mesmo, estando este último com características degenerativas exuberantes aos exames.

Tratamento Conservador

O tratamento conservador é composto de sessões de fisioterapia para reabilitação e reforço dos músculos, descanso, uso de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, além da aplicação de compressas de gelo na área por oito minutos, de três a quatro vezes ao dia. Se o paciente for praticante dos esportes que podem desencadear a lesão, ele deve trocá-los por outros que atuam na melhora da condição, como a natação.

Outros cuidados devem ser tomados, como o uso de uma faixa colocada sob o tendão patelar, chamada de tira-infra-patelar, que atua para evitar o desgaste do tendão.

Tratamento Cirúrgico

O tratamento cirúrgico deve ser indicado pelo médico apenas quando o conservador falhar, podendo optar pela cirurgia de enxerto de um novo tendão, que pode ser retirado do lado interno da perna ou de um doador.

Outros procedimentos também podem ser realizados, como a remoção de todo o tendão doente. É possível realizar também a cirurgia por meio de artroscopia, uma operação simples e pouco invasiva, que consiste em três pequenos cortes. Em um deles é inserida uma micro câmera capaz de avaliar as estruturas internas e, nos outros, os instrumentos necessários para o procedimento.

Informações sobre o tratamento pós-operatório

No caso de atletas, o retorno ao esporte deve ser apenas indicado pelo médico, variando de acordo com a velocidade de recuperação de cada um. Em alguns casos, mesmo após os tratamentos, o atleta pode continuar sentido dores no joelho, sendo assim, ele deve avaliar os benefícios e as consequências de jogar com dor.

O objetivo central da reabilitação, é fazer com que o paciente retome as atividades normais o mais breve e seguramente possível. Portanto, repouso, fisioterapia leve e uma receita de medicamentos indicados pelo médico devem ser indicados.

Agende sua consulta online

Marque agora sua consulta através do nosso agendamento online.

Agende agora

Serviços ao paciente

Veja aqui a relação de serviços próximos a nossos endereços:

Unidade Perdizes

Rua Cardoso de Almeida, 634 Cj 32
Perdizes - São Paulo, SP
CEP: 05013-000

Telefone: (11) 3672-3114
WhatsApp: (11) 98834-1309

Unidade Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo, SP
CEP: 04571-180

Telefone: (11) 2117-0100
WhatsApp: (11) 94143-0032